Choose language
Choose language
VALIDAÇÃO, INCERTEZA E
QUALITY CONTROL

 

ConfLab Controle de Qualidade

Uma Carta de Controle é definida como um “gráfico com limites de controle em que uma medida estatística de uma série de amostras é plotada em uma ordem particular para orientar o processo em relação a essa medida” (ISO 7870-1:2014), inicialmente desenvolvidas por Walter Andrew Shewhart (1891 - 1967) também podem ser definidas como Carta de Controle de Shewhart.
As Cartas de Controle atuam no controle de qualquer tipo de processo, sendo incorporada à realidade dos laboratórios principalmente após a publicação da norma ISO/IEC 17025 em 1999. Entre os requisitos desta norma, a Garantia da Validade dos Resultados estabelece que devem ser aplicados controles pelo laboratório, sendo os resultados destes controles apresentados de maneira que as tendências sejam detectadas, desta maneira, as cartas de controle sempre foram uma das melhores opções para avaliação desta tendência.
O Software de Controle de Qualidade da ConfLab monitora o processo analítico a partir de dois tipos de cartas de controle: “Cartas de Controle de Média” e “Cartas de Controle de Amplitude”. Estas cartas realizam automaticamente a avaliação da tendência (a qual pode ser definida pelo usuário), além de ter a possibilidade de trabalhar com diferentes limites de ação e atenção (limites calculados pelos desvios do processo, limites pela incerteza, limites máximos definidos pelo usuário). Desta maneira, este software apresenta diferentes características como:
  • Avaliação do processo para cálculos dos limites:
    • Avaliação inicial de outliers;
    • Avaliação de erro sistemático a partir do teste T;
    • Determinação dos limites calculados;
  • Definição de limites da carta:
    • Determinar limites com base na incerteza (os quais podem ser importados do software ConfLab incerteza);
    • Determinar limites fixos baseados na experiência do usuário, métodos normalizados ou guias;
  • Monitoramento da tendência dos resultados:
    • Identificação automática de tendência em valores consecutivos; acima da faixa de ação; entre a faixa de ação e atenção (com quantidades de valores definida pelo usuário);
    • Campo para registro de ações para resultados fora dos limites estabelecidos;
Referências
ISO 7870-1:2014 Control charts - Part 1: General guidelines.
ABNT NBR ISO/IEC 17025:2017. Requisitos gerais para a competência de laboratórios de ensaio e calibração


Validation, uncertainty and quality control
All rights reserved
phone(19) 99176-7122
email  atendimento@qualilab.net
Powered by JRS Computação